Subscribe News Feed Subscribe Comments

Casa Fiat de Cutura Convida...

Abertas Inscirções nas Oficinas da 6ª CineOP



"ABERTAS INSCRIÇÕES PARA OFICINAS GRATUITAS DE CINEMA

Preservação, Cinema e Educação têm destaque no conteúdo das oficinas.

São 250 vagas. Inscrições até 20 de maio pelo site www.cineop.com.br


Estão abertas as inscrições gratuitas para oficinas de cultura oferecidas pela 6ª CineOP - Mostra de Cinema de Ouro Preto durante a realização do evento, de 15 a 20 de junho, na cidade de Ouro Preto (MG). Os interessados podem se inscrever até o dia 20 de maio, gratuitamente, através do site www.cineop.com.br. São oito oficinas com oferta total de 250 vagas. Se o número de inscritos ultrapassar a quantidade de vagas oferecidas, a seleção dos interessados será feita de acordo com os critérios definidos pela comissão organizadora do evento.


Conteúdos ligados à preservação do audiovisual e educação através do cinema estão privilegiados nesta sexta edição. “A CineOP renova seu compromisso com a formação e une as linguagens cinema e educação, além de dar ênfase à história, memória e preservação audiovisual – fundamentais para agregar valor de patrimônio à sétima arte”, afirma Raquel Hallak, coordenadora geral da 6ª CineOP.


Uma retrospectiva da tecnologia das imagens em movimento nos últimos séculos, preservação e restauração de acervos e uma simulação do que fizeram os primeiros cineastas, os irmãos Lumière, estão entre as novidades oferecidas nesta edição. Cinema, vídeo, TV, internet, jogos eletrônicos, a videoarte e os múltiplos usos da fotografia e novas mídias são assuntos das oficinas práticas, em que os alunos terão a oportunidade de fazer curtas para publicação em redes sociais e exibição no encerramento do evento.


A CineOP tem também o propósito de aproximar os alunos do fazer cinematográfico e apresentar como as conquistas tecnológicas cotidianas têm transformado os meios audiovisuais nas principais formas de comunicação e expressão, um instrumento formador de opinião e de comportamento.


Toda programação é oferecida gratuitamente ao público. Além da oferta de oficinas, exibições de filmes em pre-estreias nacionais e retrospectivas, homenagens, seminário, Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros, sessões cine-escola, mostrinha de cinema e atrações artísticas ocuparão três espaços ouropretanos - o Cine-Praça, na Praça Tiradentes (espaço para mais de 1.000 espectadores); o Cine Vila Rica (plateia para 600 pessoas) e, no Centro de Convenções, sede do evento, o Cine-Teatro (500 lugares).


RELAÇÃO DE OFICINAS

A TECNOLOGIA DAS IMAGENS EM MOVIMENTO, DO SÉCULO XIX AO XXI
Instrutor: Rafael de Luna Freire - RJ
Período: 15 a 17/06/2011 – quarta a sexta-feira
Horário: 14 às 18h
Carga Horária: 12 horas
Nº de vagas: 40
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivo: Apresentar os aspectos básicos de uma história panorâmica da tecnologia do audiovisual, destacando questões associados à produção, distribuição e exibição das imagens em movimento no passado e no presente, possibilitando a formação de espectadores mais críticos e atentos não apenas ao conteúdo das imagens e sons, mas também às formas em que elas foram e são realizadas e apresentadas. A partir do maior conhecimento sobre a materialidade dos documentos audiovisuais, serão apresentados cuidados e ações necessários para a correta preservação das obras em suas características originais e em seus devidos contextos correspondentes.

DIREÇÃO DE ARTE E CENOGRAFIA
Instrutora: Ana Paula Cardoso -RJ
Período: 16 a 18/06/2011 – quinta a sábado
Horário: 14 às 18h
Carga Horária: 12 horas
Nº de vagas: 25
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivo: Instrumentalizar o participante para que tenha capacidade de criar, planejar e projetar o espaço cênico audiovisual. Utilizando um roteiro de curta metragem como suporte do trabalho, o participante irá vivenciar o papel do diretor de arte e cenógrafo, a interface entre diretor, diretor de fotografia e produção, além de criar o espaço tridimensional. Seja ele locação ou estúdio.

REALIZAÇÃO EM CURTA DOCUMENTAL

Instrutor: Luiz Carlos Lacerda - RJ
Período: 16 a 19/06/2011 – quinta a domingo
Horário: 10 às 13h e de 15 às 18h
Carga Horária: 24 horas
Nº de vagas: 35
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivo: Instrumentalizar os alunos para a realização de um curta documentário, com a composição de uma equipe nos moldes de uma produção profissional, ocupando funções técnicas (produção; pesquisa; câmera e fotografia; som) e artísticas (direção; direção de arte; direção musical e edição).

PATRIMÔNIO E PROCESSOS COCRIATIVOS EM NOVAS MÍDIAS

Instrutores: Igor Amim e Vinícius Cabral - MG
Período: 17 a 20/06/2011 – sexta a segunda-feira
Horário: 10 às 12h e de 14 às 17h
Carga Horária: 20 horas
Nº de vagas: 20
Faixa etária: 16 a 24 anos
Objetivo: Apresentar a rápida evolução dos novos meios de comunicação e sua relação com o vídeo. A partir de aulas sobre a história do vídeo e da internet, serão levantadas as principais características desses suportes para criação de conteúdos audiovisuais conectados em rede e disponíveis para todo mundo. Os conteúdos terão em vista os aspectos do convívio cotidiano e das práticas co-criativas em diálogo com o patrimônio histórico de Ouro Preto, com o cotidiano da cidade, seus personagens e construções históricas. Os alunos, jovens de 16 a 24 anos, terão contato com as possibilidades de acesso a informação audiovisual na internet e as futuras formas de compartilhamento de conteúdos por meio das Redes Sociais.

PRESERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE ACERVOS AUDIOVISUAIS

Instrutora: Débora Butruce - RJ
Período: 17 e 18/06/2011 – sexta e sábado
Horário: 13 às 18h
Carga Horária: 10 horas
Nº de vagas: 25
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivos: Apresentar os princípios, técnicas e métodos relacionados com a preservação de acervos audiovisuais, abordando a influência dos fatores ambientais, a estrutura físico-química da película, os espaços de acondicionamento, suas características ideais e reais, a tipologia e a degradação dos materiais, os processos de estabilização ou desaceleração da deterioração dos materiais, a infra-estrutura de guarda, a manipulação para a conservação, a catalogação e o gerenciamento de coleções.

                  Apresentar os conceitos básicos do trabalho de restauração cinematográfica, assim como sua ética, técnicas, metodologias e equipamentos, distinguindo os processos óticos dos processos digitais.


PEDAGOGIA DO OLHAR – MÉTODOS PARA ABORDAGEM DAS ARTES AUDIOVISUAIS NO PROCESSO EDUCATIVO
Instrutora: Bete Bullara - RJ
Período: 16 a 18/06/2011 – quinta a domingo
Horário: 8h30 às 12h30
Carga Horária: 12 horas
Nº de vagas: 30
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivo: Fornecer reflexões, metodologia e exercícios para trabalhar com alunos uma nova maneira de ver e realizar imagens. A formação do olhar fotográfico e cinematográfico para ler e construir imagens. A construção da linguagem cinematográfica através da história do cinema, principalmente dos filmes experimentais, que trouxeram grandes contribuições para a formação de novos sentidos no cinema.

CINEMA E MEMÓRIA
Instrutoras: Mariza Guerra e Ana Lúcia Azevedo - MG
Período: 17 a 19/06/2011 – sexta a domingo
Horário: 9h30 às 12h30
Carga Horária: 9 horas
Nº de vagas: 35
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivo: Aproximar professores e estudantes da experiência do cinema de criação e da fruição fílmica; refletir sobre as possibilidades do cinema como aprendizagem, veículo da memória social, da formação do gosto e ampliação do auto conhecimento e conhecimento do mundo.

MINUTO LUMIÈRE
Instrutora: Adriana Fresquet - RJ
Período: 20/06/2011 – segunda-feira
Horário: 9h30 às 12h30
Carga Horária: 3 horas
Nº de vagas: 40
Faixa etária: acima de 18 anos
Objetivo: Restaurar a primeira vez do cinema realizando uma prática tomada das oficinas pedagógicas da cinemateca francesa, pela qual os participantes são introduzidos brevemente a história do cinema e produzem um minuto filmado como se fosse com o cinematógrafo.


>> A oficina de Minuto Lumière é uma prática que busca re-instaurar a vivência de ser o primeiro cineasta, como os irmãos Louis e August Lumière, que em 1895 começaram a escrever a história do cinema com o cinematógrafo, uma câmera fixa que usava películas de 17 metros, o que permitia, aproximadamente, 52 segundos de filmagem. Nessa proposta trataremos de filmar um minuto com a câmera parada simulando que esta tem as limitações de um cinematógrafo. Esta experiência idealizada por Alain Bergala e Nathalie Bourgeois, como prática pedagógica da Cinémathèque Française a aprendemos com a Professora Núria Aidelman, discípula de Alain Bergala em 2007, na UFRJ. Deste modo, é possível capturar um minuto do cotidiano a nossa volta fazendo um exercício de “faz de conta”, como se fossemos crianças, surpreendendo-nos com o mundo através da câmera e restaurando a “infância do cinema”.

Universo Produção
Informações para o público: (31) 3282.2366
Na Web: www.cineop.com.br
No Twitter: universoprod 
No Facebook: Universo Produção"
Related Posts with Thumbnails
 
Diana Vidigal | TNB