Subscribe News Feed Subscribe Comments

Governo de Minas autoriza concurso público para corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado

Edital será lançado este ano
"O Governo do Estado de Minas Gerais concedeu autorização para realização de concursos públicos para a Fundação Clóvis Salgado, com o objetivo de atender à Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG) e ao Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG). Para a Orquestra, serão ofertadas 38 vagas, sendo 34 para a carreira de Músico Instrumentista, 3 para a carreira de Técnico de Gestão Artística e 1 para a carreira de Analista de Gestão Artística.
“A recomposição dos corpos artísticos reafirma o compromisso do Governo de Minas com a política pública para a música erudita e com a Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais, patrimônios do Estado e do Brasil”, afirma Solanda Steckelberg, Presidente da Fundação Clóvis Salgado.
Os procedimentos internos para a execução dos concursos já foram iniciados. As regras do processo seletivo estarão contidas no edital regulador, que será publicado no Órgão Oficial dos Poderes do Estado e divulgado no site da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. A previsão de publicação do edital é para o fim do primeiro semestre de 2012.
Orquestra se apresentará com Nana Caymmi e Gilberto Gil 
Grandes concertos sinfônicos com o Coral Lírico, óperas, espetáculos de balé, Concurso para jovens solistas, instrumentistas e cantores, concertos no Parque, concertos didáticos, Sinfônica no Museu e Sinfônica na Estrada farão parte da programação da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais em 2012.
Ao longo de 2012, a Orquestra receberá também artistas convidados na Série Sinfônica Pop, como Nana Caymmi, além de participar do Projeto Gil Sinfônico, do cantor e compositor Gilberto Gil.
Coral Lírico estreia “Concertos na Cidade”
O Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG) inicia o ano com a estreia do Projeto Concertos na Cidade, que tem como objetivo principal a formação de plateia e a aproximação do público com a música coral de qualidade. Os concertos serão realizados em igrejas, museus e auditórios com acústica adequada para a apresentação do Coral. Os estilos serão variados, abordando repertórios da renascença à música contemporânea. Estão programadas 12 apresentações em Belo Horizonte.
Além disso, o Coral Lírico participará do espetáculo Madame Butterfly – uma adaptação da ópera de Puccini, com montagem inovadora, especialmente concebida para ser encenada no Jardim Japonês do Jardim Zoológico, ao ar livre, nos dias 28 e 29 de abril.
O fomento à carreira de jovens artistas se dará por meio do I Concurso Jovem Músico do CLMG, que selecionará jovens talentos para apresentação com o Coral Lírico em concertos da programação oficial de 2012. Serão contempladas as seguintes categorias: solista, pianista-correpetidor, regente e compositor.
O CLMG também participará da ópera que será encenada em junho no Grande Teatro do Palácio das Artes, com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Em outubro, participará de mais uma montagem com a Orquestra.
Sobre a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais
A Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG), um dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado, é considerada um dos mais importantes patrimônios artístico-culturais do Estado. Fundada em 1976, interpreta um repertório que compreende todos os períodos da história da música escrita para orquestra: óperas, balés, concertos, poemas sinfônicos e grandes obras sinfônico-corais. Entre os regentes titulares de sua história figuram os maestros Wolfgang Groth, Emilio De César, Sérgio Magnani, Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Aylton Escobar, David Machado, Afrânio Lacerda, Holger Kolodziej e Marcelo Ramos.
Também regeram a OSMG personalidades como Eleazar de Carvalho, Isaac Karabtchevsky, Cláudio Santoro, Camargo Guarnieri, Benito Juarez, Alceo Bocchino, Marc Trautman, Roberto Duarte, Carlos Prates, Per Brevig, Roberto Schnorremberg, Johannes Homberg, Eugene Kohne e outros célebres maestros convidados.
Ao longo dos anos, a OSMG diversificou sua atuação em óperas, balés, concertos, apresentações ao ar livre, na capital e no interior, executando um repertório que abrange todos os períodos da música sinfônica, do barroco ao contemporâneo.
O maestro Roberto Tibiriçá, que em 2010 e 2011 venceu o Prêmio Carlos Gomes - Ópera e música erudita, na categoria regente sinfônico, pelo seu trabalho à frente da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, é o atual regente titular da OSMG. Gabriel Rhein-Schirato é o regente residente.
Sobre o Coral Lírico de Minas Gerais
O Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG) é um dos corpos estáveis da Fundação Clóvis Salgado e seu repertório abrange grandes obras corais, desde a renascença até o moderno, de motetos a óperas, de oratórios barrocos a concertos corais sinfônicos.
Um dos raros grupos com essas características no País, o CLMG já recebeu importantes prêmios e convites para atuar ao lado das principais orquestras brasileiras, entre elas a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.
O grupo possui um CD gravado com o “Oficio de Trevas”, obra do compositor colonial mineiro José Maria Xavier. Em sua trajetória, o Coral Lírico teve como regentes os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu Miranda Gomes, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Marcio Miranda Pontes, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Lincoln Andrade e vários maestros convidados. Atualmente, o Coral Lírico é regido pelo maestro Márcio Miranda Pontes."

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 
Diana Vidigal | TNB